segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

* Clareamento: luz intensa pulsada e Laser CO2 fracionado

Há bastante confusão entre luz intensa pulsada, laser CO2 fracionado e laser de erbium fracionado (do aparelho Starlux).Vou comentar um pouco sobre cada um abaixo; eu fiz o tratamento de luz intensa pulsada apenas.
ATENÇÃO: escrevi a postagem em 2 de janeiro, e em fevereiro fiz um sessão de luz intensa pulsada nos braços e uma no rosto. Parei porque estou grávida. Mas gostaria de dizer que os resultados já com uma sessão me deixaram muito contente. Num dos lados do meu rosto as sardas praticamente sumiram. Nos braços ficam bem mais claras, até mesmo manchas de nascença. O aparelho foi o Harmony. Na hora da aplicação dos jatos de luz a gente sente uma queimaçãozinha extremamente rápida, que é até "gostosa". Fiz com potência bem baixa, por ser a primeira sessão. E depois da sessão nao senti mais nada.
A pele da minha mão, muito envelhecida, também teve a textura melhorada.
Recomendo. Atenção: no caso de melasma, a luz pulsada pode piorar a lesão - se o melasma for epidérmico, pode se tornar dérmico (mais profundo) e pode haver também aumento da área manchada.
Fiz a segunda sessão em junho/2012 (já que perdi o bebê). A dermatologista pegou mais pesado nos braços e não muito no rosto (foi a mesma potência que da outra vez). Eu sou bastante pintada nos braços, e com a potência mais forte do aparelho as manchas foram melhor atingidas - acho que vou gostar bastante do resultado; por enquanto ainda não sei porque elas estão escurecidas. No rosto não notei nada. A dermatologista disse que eu não ia mesmo perceber muita diferença porque as manchas já estavam bem mais claras depois da 1.a sessão - e o aparelho tem mais afinidade por manchas mais escuras. Bom... então percebi que o aparelho não vai apagar todas as manchas de meu rosto. A luz continua no entanto a agir no colágeno e na qualidade da pele. Notei muita diferença quanto a isso, parece inclusive que meu rosto ficou mais cheio, que as bochecas "subiram". A dermatologista também me receitou nesta segunda sessão o Vitacid Plus, que ainda não comecei a usar. OBS.: Cada grama de Vitacid Plus creme contém: Fluocinolona acetonida ... 0,1 mg Hidroquinona ... 40,0 mg Tretinoína .. 0,5 mg Vitacid Plus creme associa a fluocinolona acetonida 0,01%, hidroquinona 4% e tretinoína 0,05% em base hidrofílica, microemulsionada. O acetonido de fluocinolona é um corticosteróide tópico. A hidroquinona é um agente despigmentante, enquanto que a tretinoína (ácido all-trans-retinóico) apresenta atividade queratolítica.
Ai gente.. Hidroquinona não... Acho que vou comprar o Vitacid simples que só tem a tretinoína. E aí tem que usar dia sim dia não...
OBS.: comprei o Vitacid comum, custa em torno de R$25,00 e dura muito (uns 6 meses) porque você pouquíssimo por dia. O resultado é realmente excelente. Passa bem pouco à noite e pela manhã lava o rosto e passa protetor solar. Mas olha: tem que caprichar no protetor solar enquanto usa o Vitacid, reaplicar a cada 3-4 horas... Porque a tretinoína do Vitacid (um derivado do ácido retinóico) deixa a pele fotosensível. De todos os protetores, prefiro o Episol toque seco (Episol Sec) - fica seco mesmo, a pele mela praticamente nada e não fica brilho - alguns protetores te deixam brilhante feito uma boneca de cera.
Sobre o Vitacid Plus: conversei com minha dermatologista a respeito da hidroquinona e das manchas brancas que ela provoca. Ela confirmou o fato, mas falou que as manchas brancas só aparecem quando a pessoa usa a hidroquinona de forma contínua. Se usar um tempo e parar, para depois voltar a usar, as manchas não acontecem. Eu comentei com ela que uma vez usei por 2 meses e já notei manchas brancas (já faz uns 8 anos... e nada tira essas manchas, o que ela também confirmou). De qualquer forma, preferi não usar o Vitacid Plus e ela aprovou a decisão.
NOTA ESCRITA 3 meses depois: achei melhor parar também com o VITACID comum (que é um derivado do ácido retinóico): notei que manchinhas brancas aparecem no meu rosto: entre o lábio superior e o nariz e na testa. Depois li que o ácido retinóico também pode levar a manchas brancas em pessoas sensíveis ao sol, mesmo que elas estejam usando protetor. Isso porque o ácido retinóico deixa a pele muito mais sensível ao sol; se você já tem tendência a sarcas brancas (leucoderme), melhor não usar o retinóico. E mais: quando você interrompe o uso dele, sua pele continua sensível ao sol por mais 4-6 meses!!!

Julho de 2012: fiz a terceira sessão de luz intensa nos braços e no rosto. Desta vez a dermatologista usou uma potência mais forte no rosto. Ainda assim, os resultados para as manchas não mudaram muito desde a primeira sessão. Porém a pele melhorou muito. As olheiras melhoraram muito; quero ressaltar que o maior problema de minhas olheiras era a perda de colágeno - eram parecidas com as da foto abaixo. Com  a luz pulsada houve uma melhora extremamente grande na produção de colágeno nesta região, o sulco praticamente sumiu, foi preenchido; ficou algo murcho apenas na região interna do olho. Também a região em volta dos olhos melhorou bastante, parece que levantou. E no contorno da boca também melhorou, de forma menos significativa que nos olhos. Eu realmente fiquei contente com o tratamento da luz intensa pulsada! Nunca fiz laser, mas dos tratamentos que fiz (caros, por sinal, num deles foi usado um roller de minúsculas agulhas de ouro para furar a pele e fazer penetrar produto), o luz intensa foi o melhor. Das 3 sessões que fiz tanto nos braços quanto no rosto, a luz pulsada foi mais eficiente para as manchas de meus braços. O resultado ficou excelente! Notei também, no meu caso, que para manchas maiores de cerca de 0.4 mm (mesmo que claras, de cor café-com-leite), a luz intensa praticamente não age, não apaga. Talvez por serem melasmas... a luz pulsada não age em melasma.
Bom... como restaram manchas grandes no rosto e no braço a serem apagadas, a luta continua. Vou tentar no futuro outros procedimentos e vou escrevendo para vocês.

Antes e Depois
http://www.lasercenterfortaleza.com.br/v1/index.asp?menu=luxg
http://www.dermatologia.net/novo/base/estetica/melanoses_lip2.shtml






Cortesia Dr Haneef Alibhai, MD
Efélides (Sardas - Face)



Cortesia Dr  Todd Schlesinger, MD
Melanoses Solares (Manchas Solares - Face)



Cortesia Dr Sean Doherty, MD
Rosácea (Face)



Cortesia Dr Sean Doherty, MD
Melanoses Solares (Manchas - Dorso das M ãos)



Cortesia Dr Amir Bajoghli, MD
Melanoses Solares (Manchas Solares - Face)



Cortesia Dr Randall Coverman, MD
Efélides (Sardas) e Melanoses Solares (Colo)

O resultado abaixo foi obtido com apenas uma sessão (http://www.dermatologia.net/novo/base/estetica/melanoses_lip2.shtml):


Fui a uma dermatologista hoje.
A luz intensa pulsada só não é indicada para melasmas. (Embora aqui http://caras.uol.com.br/noticia/saude-melasma-informacoes-e-tratamento-por-patricia-guedes-rittes#image0 a Dra. Rittes conta que em 2010 no Congresso da Academia Americana de Dermatologia usaram Luz pulsada no tratamento de melasmas - os resultados ainda não são claros.)
A dermatologista falou que a Luz Pulsada não é tao eficiente para rugas finas, mas muito eficiente para as manchas - principalmente para quem tem pele bem branca - a luz tem afinidade pelo pigmento melanina, então quanto menos bronzeada a pessoa melhor. 
"Para o tratamento ser mais efetivo e seguro, a pele de quem vai ser tratado não deve estar bronzeada pois, neste caso, também vai atrair a luz do disparo e sofrer o efeito do tratamento."
USE PROTETOR SOLAR!
Quais as indicações da ponteira de Luz intensa pulsada G do Starlux 500?
- Tratamento de manchas solares, pequenos vasos na pele, rosácea e danos solares, como: vermelhidão e pigmentação da pele provocada pelo sol; além disso, provoca rejuvenescimento cutâneo (face, colo, mãos).
- sua principal vantagem é ser menos incômodo que os demais equipamentos disponíveis. 
- o Starlux também supera os demais tipos de laser por poder ser aplicado em peles bronzeadas.
- outros benefícios: fotorejuvenescimento, manchas escuras da pele (manchas de sol, melanoses em mãos, poiquilodermia solar, manchas no colo), vasos dilatados na face (telangiectasias), rosácea e cicatrizes de acne – estimulando o colágeno na derme através da elevação seletiva da temperatura na profundidade desejada, sem aquecer a superfície da pele, provoca uma melhora na textura da pele, retirando manchas, sardas, vasinhos vermelhos, vermelhidões da face, poros dilatados, alterações de texturas e rugas superficiais. O aparelho possibilita a realização de tratamentos de rejuvenescimento em áreas muito difíceis antes tratadas apenas com peelings, como braços antebraços, dorso das mãos e a região tibial (canela), que muitas vezes apresenta a pele escura, com manchas tanto por excesso de pigmentos como provocados por raios solares. Leia mais...

*********************************************************************************
Laser e Luz Intensa Pulsada (LIP) são as mesmas coisas?
Não.
o LASER é uma Luz extremamente concentrada que trabalha em apenas um comprimento de onda (específico), a Luz Intensa Pulsada é uma luz difusa que trabalha em todos os comprimentos de onda. Portanto, na prática o LASER penetra mais e tem um resultado melhor nos diversos tratamentos do que a Luz Intensa Pulsada. 
O aparelho de luz intensa pulsada usa uma tecnologia que emite luz, mas não é um laser. No entanto, assim como nos aparelhos de laser, esta luz gera calor na pele, que atinge vários tipos de alvo: a melanina (sardas), os vasos sanguíneos (microvarizes da face e colo) e o colágeno (flacidez e rugas).

Um dos aparelhos que emite a luz intensa pulsada é o Starlux.
Como a luz pulsada se diferencia do laser?
A luz intensa pulsada tem afinidade por várias estruturas ao mesmo tempo (fonte de luz com vários comprimentos de onda) e o laser (fonte de luz com um único comprimento de onda) é especifico para um único alvo. Os dois sistemas podem ser usados juntos para haver potencialização no resultado.
 
Como funciona a Luz intensa Pulsada G do Starlux 500?
A ponteira emite uma luz com vários comprimentos de onda, sendo estes capazes de tratar para várias alterações na pele (como pigmentos, vasos, manchas, etc). A área tratada absorve essa luz (energia) em forma de calor e provoca os efeitos terapêuticos, diminuindo os pigmentos, reduzindo vasos e estimulando a produção de colágeno.
Quais as áreas que posso tratar?
Qualquer área, exceto a região ao redor dos olhos. Face, pescoço, decote, braços, costas e pernas podem ser tratadas.
STARLUX®: LUZ INTENSA PULSADA DE TERCEIRA GERAÇÃO
O que é:
É um equipamento que através da Luz intensa pulsada de terceira geração auxilia em uma série de tratamentos dermatológicos estéticos, aperfeiçoados pelas mais recentes inovações em potência, segurança e eficácia.
Possui tecnologia de pulso único e ponteira totalmente resfriada, o que proporciona maior segurança ao tratamento e dispensa o uso do gel.Os handpieces foram projetados para filtrar a luz nas faixas de espectro ideais para cada tipo de tratamento.
Indicações:
1)      Rejuvenescimento cutâneo - estímulo de colágeno e amenização de rugas.
Clareamento de melanoses ("manchas") faciais e corporais

2)      Tratamento das telangiectasias ("vasinhos faciais") Também melhora os poros abertos. 
Como é feito:
Após a aplicação de um fluido específico, o aparelho é calibrado com os parâmetros adequados para o tipo de pele e dermatose a ser tratada. Os disparos costumam causar pouco desconforto, mas as pessoas mais sensíveis podem aplicar um creme anestésico cerca de 30 minutos antes da sessão.
Duração do procedimento:
Depende da área a ser tratada; em média, 20 a 30 minutos.
Número de sessões:
Logo na primeira sessão já se notam resultados. Com intervalos de 30 dias, podem ser necessárias 3 a 4 sessões, em média (depende do tipo de pele e dermatose a ser tratada).
Contra-indicações:
Gestação.
Pós tratamento:
Discreta vermelhidão que desaparece em pouco tempo, podendo o paciente retornar às atividades habituais logo após o tratamento. Nos dias subseqüentes, pode aparecer uma "fuligem" ou pequenas crostas, que desaparecem em alguns dias. Importante evitar exposição solar e usar fotoprotetor específico.
Observações importantes
Qualquer tipo de pele pode ser tratada com o Starlux®, desde as peles bem claras até as mais escuras
(Se quiser, saiba mais sobre o Star Lux Deep IR para flacidez facial e corporal no site http://www.revital.com.br/si/site/0306).

O Starlux 300 foi bastante usado até agora. Já existe o Starlux 500, mais rápido,  avançado e potente sistema de Luz Intensa Pulsada e Laser Fracionado para rejuvenescimento facial. De acordo com o dermatologista João Carlos Pereira, este novo aparelho é a evolução do StarLux 300 já consagrado e “queridinho” dos dermatologistas. A tecnologia groove contra rugas profundas é o principal diferencial deste novo aparelho. Veja mais no site acima. 
 ********************************************************************************
Terapia Fotodinâmica é quando se combina a luz intensa pulsda (LIP) com o ácido amino levulínico (ALA). 
 O ALA, ao se impregnar no tecido, capta a irradiação de uma luz concentrada e direcionada para a área a ser tratada, que vai provocar a destruição do tecido desta área. É feita aplicação de luz azul ou Luz Intensa Pulsada e há consequente produção de oxigênio que provoca a destruição do tecido.
Como age: Através de uma reação fotoquímica para eliminar as células comprometidas e pigmentadas.
Indicações:
•Tratamento das Ceratoses ActínicasAcne Vulgar Moderada a Severa e Resurfacing (rejuvenescimento)
Tumores cutâneos: é a utilização mais antiga da técnica.
Ceratose actínica: são lesões consideradas pré-malignas, isto é, predispõem o aparecimento do cãncer cutâneo.
Acne: devido a sua atuação nas glândulas sebáceas e na bactéria responsável pela inflamação.
Rejuvenescimento: a terapia fotodinâmica é indicada para  as ceratoses, as sardas e os pequenos vasos sanguíneos dilatados na pele (telangiectasias).
(No site que eu indiquei há a definição de todos esses termos).
Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica

SITES ADICIONAIS:
http://www.surgicalcosmetic.org.br/public/artigo.aspx?id=28 (estudo científico publicado na Surgical & Cosmetic Dermatology - sobre uso de terapia fotodinâmica para ceratoses actínicas)
http://www.velhosamigos.com.br/Dicas/beleza63.html (excelente texto, de fácil compreensão)
http://www.dermatologia.net/novo/base/estetica/melanoses_lip.shtml (aqui fizeram um estudo com 23 pacientes usando LIP nas mãos. As conclusões foram de sucesso e também de segurança do método).
http://www.dermatologia.net/novo/base/estetica/melanoses_lip2.shtml (estudo para melanoses faciais - a foto eu apresentei acima, nesta postagem).
http://www.surgicalcosmetic.org.br/public/artigo.aspx?id=78 (estudo comparativo de laser de diodo - 810 nm - e luz intensa pulsada - 695nm - para depilação de axila) - "Houve redução significativa da densidade de pelos para ambos os métodos utilizados (p < 0,01 – t de Student pareado), com redução média de 75,6% para a LIP e 70,5% para o LD (p = 0,17 – Wilcoxon) na densidade de pelos (Gráficos 3 e 4)." "Nossos achados foram conflitantes com o estudo de Cameron e cols. que em 2008 relataram dor e inflamação menores com a LIP." Os autores comentam muitos outros estudos. Esse artigo está muito bem cientificamente detalhado e analisado. 
************************************************************************
O que é melanose solar:
Melanose solar ("mancha senil")
Você, com certeza, já deve ter ouvido alguém falar em "manchas senis". Elas são popularmente chamadas assim porque costumam aparecer em pessoas com idade mais avançada.
Na verdade, estas manchas não são provocadas pela idade e sim pelo dano causado pelo sol ao longo dos anos. Como o resultado da ação do sol só vai aparecer com o passar do tempo, as melanoses solares são mais comuns em pessoas de idade. Daí o nome "mancha senil".
Quer comprovar?
É fácil comprovar que a mancha senil é, na verdade, uma mancha solar. Basta olhar a pele da região das axilas ou a parte interna dos braços, que ficam protegidas do sol, e ver que, apesar de terem a "mesma idade" que a pele afetada pela melanose solar, ali não se encontram as manchas.
As melanoses solares são manchas escuras, de coloração castanho a marrom, geralmente pequeninas mas que podem chegar a alguns centímetros de tamanho. Elas surgem apenas nas áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mãos e dos braços, o colo e os ombros. São mais frequentes em pessoas de pele clara.

USE PROTETOR SOLAR!
O dano solar acumulado ao longo dos anos induz ao aumento do número de melanócitos (célula que produz o pigmento que dá cor à pele) e da sua atividade, produzindo mais melanina e escurecendo a pele.
Prevenção e tratamento
O ideal é a prevenção do surgimento das manchas, que deve ser feita através do uso de proteção solar nas áreas continuamente expostas ao sol, onde as manchas se manifestam. Não é apenas o sol da praia ou piscina, mas também o sol do dia a dia, que paulatinamente vai danificando as células que, no futuro, vão sofrer alterações e dar origem às manchas.
O tratamento pode ser feito de várias maneiras, como a cauterização química, a criocirurgia, a dermoabrasão, os peelings químicos e o uso da luz intensa pulsada . Os resultados costumam ser bons, desde que a técnica seja empregada de forma adequada. O exagero na aplicação pode deixar manchas claras ou até mesmo cicatrizes residuais. O profissional treinado para estes tratamentos é o médico dermatologista.
Colaboração: Dr. Roberto Barbosa Lima - Dermatologista

LASER E LUZ INTENSA PULSADA PARA OLHEIRAS

Boa notícia para quem sofre com as insistentes olheiras: acaba de desembarcar no Brasil, depois de ser aprovado pelo FDA dos Estados Unidos, o novo laser Genesis Plus®, da Cutera. Ele chega como um novo aliado ao tratamento feito com luz intensa pulsada, o (LIP) Limelight®. A grande novidade é que ele também beneficiará as pessoas de pele negra.

A combinação das duas tecnologias representa um avanço no tratamento das olheiras, pois atinge as alterações de causa pigmentar e vascular. Essa última responsável por aproximadamente 90% das olheiras presentes na pele negra. É muito difícil ter uma olheira só pigmentar ou só vascular. Os dois fatores interagem e, por isso, a combinação do laser e da luz intensa pulsada é indicada para um resultado satisfatório em todos os tipos de pele.

Segundo o dermatologista Luis Fernando Tovo, são necessárias, normalmente, de seis a dez sessões, com melhora de 70% do quadro, além de outros benefícios: a pele fica com uma textura mais bonita e há uma diminuição dos poros.

Preenchimento da região
Outro procedimento que pode ser combinado ao LIP e ao Genesis, é o preenchimento das olheiras com ácido hialurônico. “Com cânulas apropriadas, treinamento adequado e feito com uma pequena quantidade de preenchedor”, explica Tovo. Quanto ao efeito pós-procedimento, o médico explica que o laser não tem inchaço nem "downtime" (tempo de recuperação), já o preenchimento fica com certa vermelhidão e inchaço.

A dermatologista Jucirema Perrony, da Clínica W Laser, em São Paulo, também aprova a novidade. “Essa junção é eficaz, pois conseguimos aliar a luz intensa pulsada, que atua no pigmento (melanina) ao laser que atua nos vasos sanguíneos. Com essa combinação, conseguimos atenuar a maioria das olheiras. Como a causa das olheiras é multifatorial, se conseguirmos atingir suas duas principais causas, que são: pigmento e vasos sanguíneos; o tratamento será muito mais eficiente”, opina.

Em tempo: independentemente do tratamento escolhido, o modo de vida, as características do indivíduo e os hábitos podem levar ao reaparecimento das olheiras.
*********************************************************************************
QUEM TESTOU:
1)
A moça (que é médica) se submeteu à luz intensa pulsada para olheiras e melanoses. O aparelho usado foi o Quantum SR. Neste blog, depois da postagem, há muitos comentários de quem já fez. 
"Só um adendo: fiz a primeira sessão e virei motivo de chacota: todo mundo me perguntando quem me bateu. laugh
Não tenho coragem de mostrar tudo, mas é por aí: a área das olheiras está preta, todas as “pintinhas” estão mais escuras, e estou com marcas parecendo que um pneu passou por minha cara. Eu nem ligo muito, já que não tenho nenhum evento social importantíssimo por esses dias. Fora que sei que estarei com a pele muuuuito melhor daqui a uns 10 dias! ) Coloquei meus óculos-de-mulher-feia para disfarçar e fui trabalhar normalmente.
Eu disse que para olheira não tem milagre porque sei que o tratamento não vai me deixar com pele de photoshop rsrsrs Longe disso!
Dói? Sensibilidade dolorosa é uma coisa polêmica e individual. Então vou falar da minha experiência: A IPL nas manchinhas dá mais um sustinho do que dói. Perfeitamente tranquilo. A aplicação na região das olheiras é mais chatinha, mas também tranquila. Eu tive muito problema foi durante a primeira horaapós o procedimento: muito, muito ardor. Fiquei 20 minutos com a cara no ventilador… kkkk Isso porque tinha usado creme para diminuir a ardência. Depois de uma hora foi passando e ficou tranquilo.
Quantas sessões? Não tem como prever, vai em média de 3 a 6, com intervalo de cerca de 1 mês entre elas. Nestes intervalos, o seu dermatologista vai avaliando o resultado e, junto com você, determina a necessidade de fazer mais.
Preço: também varia muito. Aqui em BH, uma sessão com profissional médico qualificado sai em média 350 reais. Desconfie de preços muito abaixo desse valor (afinal, um aparelho desse não sai por menos de 50 mil mangos) e pesquise sobre o profissional. O mais apto a indicar o tratamento e contornar possíveis complicações é o médico dermatologista.
Cuidados: O protetor solar já deve ser obrigação, mas se você fizer qualquer tratamento de pele para manchas tem que fugir do sol igual o diabo foge da cruz. Use protetor, sombrinha, chapéu, óculos, burca, tudo o que puder para te proteger do sol ! Além disso, seu dermatologista poderá complementar o tratamento com alguns creminhos (agoooora, sim). :)"

 *********************************************************************************
 Laser de CO2 fracionado:
http://clinicarenatafontany.blogspot.com.br/2010/04/laser-co2-fracionado.html
OBS.: o laser de CO2 fracionado é realmente poderoso. Minha dermatologista usa nela própria, os resultados são excelentes. Mas ele é dolorido, bem dolorido. 

Laser CO2 fracionado

Laser CO2 fracionado
O padrão ouro para o tratamento da pele fotoenvelhecida,com rugas faciais induzidas pelo sol, lesões pré-cancerosas, certos canceres de pele, discromias e cicatrizes superficiais é o laser de CO2. O efeito térmico do laser de CO2 é capaz de atuar na derme, estimulando a neocolagenese e melhorando a flacidez facial. Os equipamentos antigos atuavam de forma eficaz mas promoviam um edema (inchaço) prolongado, eritema, despigmentação e cicatrizes. A re-epitalização durava até 14 dias e o eritema pós-procedimento durava varios meses.Atualmente, com o surgimento dos lasers de CO2 fracionados, o tratamento tornou-se menos invasivo e a recuperação mais rápida, embora para se atingir os resultados desejados necessitemos de mais sessões com um intervalo medio de 30 dias. Persistem ainda os riscos de infecção herpética nos portadores de herpes, por isto, nestes casos indica-se o medicamento anti-herpético um dia antes do procedimento até completar de 5 a 7 dias.O resultado do tratamento com o laser CO2 fracionado depende do grau de fotoenvelhecimento e da hidratação da pele. As avaliações são individuais pois cada um tem uma genética e uma historia de exposição solar. Desta forma, peles mais envelhecidas necessitam de cerca de 4 sessões com intervalos de 1 a 2 meses e peles mais jovens cerca de 2 sessões. A proteção solar é recomendada em todos os casos, antes do início do tratamento, para garantir um resultado final satisfatório com uma pele uniforme, com menos rugas e pigmentações.ATENÇÃO! Não é recomendado que se faça o procedimento antes de viagens para lugares ensolarados ou quando a pessoa tenha um ritmo de vida que exija exposição solar constante ou ainda muito próximo (menos de 30 dias) de eventos importantes (casamentos, aniversários, batizados etc) pois embora o procedimento seja seguro quando seguimos o passo-a-passo do pós-procedimento, infelizmente a medicina não é uma ciência exata. Alguns imprevistos podem ocorrer - infecções, avermelhamento por um prazo maior, erupção acneiforme (pequenas espinhas devido ao uso do filtro solar).

Resurfacing com laser de CO2 fracionadoNa história do laser, os de CO2 mostraram ser o tipo de equipamento com resultados mais efetivos no rejuvenescimento. Um novo aparelho de laser de CO2 promete trazer vantagens sobre esta técnica já consagrada de tratamento da pele danificada, substituindo-a por uma de aspecto mais jovial.Os alvos deste tipo de tratamento são: as linhas finas da face, especialmente aquelas ao redor da boca, dos olhos, das maçãs da face e da testa, a flacidez das pálpebras e do contorno facial, manchas faciais e cicatrizes, em especial da acne.
Como funciona o laser de CO2O laser de CO2 apresenta grande afinidade pela água presente na pele, causando rápido aumento de temperatura e destruição do tecido. Como provoca maior grau de lesão tecidual, ele tem melhor resultado para casos com indicação de peelings profundos, pois penetra até a segunda camada da pele.Além disso, este laser aquece as camadas mais profundas da pele, estimulando a remodelação do colágeno e contração da mesma, o que provoca uma diminuição da flacidez.O inconveniente é que a destruição tecidual é muito intensa, causando um tempo de recuperação prolongado e nem todos podem ou estão dispostos a passar por este inconveniente.
As vantagens do fracionadoNo caso do CO2 fracionado o feixe de laser é separado em vários microfeixes de luz, como se fosse um chuveiro. Com isso, o laser atinge micropedaços da pele, deixando áreas de pele intacta entre as ilhotas de pele atingida.É essa pele que não foi afetada que vai facilitar a cicatrização das colunas de tecido atingidas pelo laser. As pequenas pontes de pele intacta permitem a reestruturação da epiderme (camada superficial da pele) de uma forma mais rápida e possibilita ao paciente um retorno às suas atividades normais num tempo mais curto.Os estudos apresentados durante o último Congresso da Academia Americana de Laser em Medicina e Cirurgia (2007) mostraram melhora nas linhas, rugas, cicatrizes, flacidez e outras irregularidades da pele. Aparentemente, como acontece com o laser de CO2 tradicional, este aparelho também estimula a formação de uma nova camada de colágeno que se mantém. No entanto, como trata-se de uma novidade, só o tempo poderá confirmar estes resultados.
Tratamento de estrias
Pacientes que sofrem com acne acabam ficando estigmatizados com as consequências que a acne pode trazer, as famosas cicatrizes e depressões.
A cicatriz de acne é um tratamento que exige experiência, técnica e equipamentos de última geração como o laser de Co2 fracionado (lançado em 2008 no Brasil).O tratamento da cicatriz de acne até o momento era desafiador, no entanto com tecnicas de preenchimentos e lasers modernos facilitou em muito seu tratamento com resultados surpreendentes.A clínica leger oferece tanto as tecnicas de preenchimento onde o paciente é avaliado e em cada cicatriz é realizado uma pequena subcisão onde é realizado um pequeno " descolamento " da fibrose e aderência da pele minimizando o aspecto deprimido, realizando um pequeno preenchimento em cada depressão.O tratamento de preenchimento da cicatriz da acne é realizado em 2 sessões aproximadamente quando indicado após avaliação médica, após as duas sessões muito provavelmente estaremos com pequenas cicatrizes de acne onde passaremos para os tratamentos a laser, onde a clínica leger possui tanto os tratamento não ablativos como a luz pulsada até o tratamento com o laser de Co2 fracionado, que funciona proporcionando um resultado semelhante a um peeling profundo no entanto com um tempo de recuperação de 3 a 4 dias permitindo atividades normais no transcorrer dos tratamentos com alguns cuidados como evitar sol, uso de filtro solar dentre outros.
Agora na clinica tem,marque seu horário estou esperando por você!!
(31)34845394
Renata Fontany

********************************************************************************* 
2) Out/2009
Eu testei: Luz Intensa Pulsada + Peeling + Carboxiterapia
trio luz intensa pulsada, peeling ácido e carboxiterapia em torno dos olhos, exatamente nesta ordem, em um total de 3 seções, com intervalo de 15 dias.
A luz intensa pulsada se mostrou maravilhosa já na 1a seção, embora eu tenha sentido muita dor, como se estivessem queimando minha pele.  Logo após a aplicação, todas as manchas escuras, inclusive as olheiras, ficam ainda mais escuras. Susto. Mas é normal,  devido à afinidade desta luz pelos pigmentos da pele, além de ser este o propósito, “danificar” a pele, para que ela se regenere sem manchas e com uma aparência mais jovem. Além disso, alguns vasinhos que se localizam na região das olheiras se romperam, o que me deixou extremamente entusiasmada. Após a tortura aplicação da luz pulsada, fiz o peeling ácido superficial e a carboxiterapia em torno dos olhos. Nesta última, a dermatologista espetou as agulhas, conectadas à fonte de gás carbônico. Uma sensação engraçada e ao mesmo tempo desesperadora… minhas pálbebras inflaram como se fossem 2 balõezinhos!  (aconselho a não levarem o namorado ou marido ao consultório…) Mas depois que desligou o aparelho, elas voltaram ao normal – alívio – tive que olhar no espelho, pois a sensação ainda era de estarem infladas. Saí do consultório com cara de quem levou uma surra… mas passa!
Após alguns dias a pele retornou ao normal, parou de descamar devido ao peeling e eu já pude constatar que as olheiras e manchas haviam clareado e que a pele havia ganho maior firmeza. Repeti o tratamento em mais 2 seções, cada vez mais entusiasmada. Após algumas semanas após o último tratamento, minha pele estava extremamente mais uniforme  e elástica e as manchas haviam praticamente sumido. Houve uma sutil melhora na aparência dos poros e das ruguinhas.  As olheiras estavam melhores e a pele das pálpebras, normalmente mais flácida que a do resto do rosto, estava como se tivesse encolhido (provavelmente pela ação tanto da luz pulsada quanto da carboxiterapia).
Aqui estou eu, mais ou menos 1 ano após o tratamento, e após passar por um verão e pelo sol (mas com muito protetor!!). A manutenção eu fiz com cremes leves à base de ácidos (manipulado) e com um sabonete de uso diário da La Roche-Posay, o Effaclar, com alfa hidróxi-ácidos.  E o resultado? Tenho boas e más notícias…
As boas: Minhas manchas sumiram e não voltaram!! Minha pele manteve quase a mesma elasticidade adquirida nas aplicações. A textura ficou melhor, mas não é mais a mesma de logo após o tratamento.  São necessárias mais algumas seções de peeling, o que é normal, pois ele deve ser feito esporadicamente. Os vasinhos que se romperam na região das olheiras não voltaram.
A má notícia: Minhas olheiras foram voltando lentamente a serem o que eram, exceto pelos vasinhos.  Eu já havia lido a respeito, que era necessário repetir a dose, talvez 1 vez por ano.  Mas não irei repetir, acho que o efeito é muito temporário para justificar o investimento, e no meu caso as olheiras não são um caso tão crítico.
A minha conclusão é que, se as olheiras te incomodam muito, faça. Mas tenha em mente que será necessário repetir a dose de vez em quando. Além disso, se as suas olheiras são causadas mais pela presença de vasinhos do que pela mancha marrom em si, o resultado será melhor. Fora isso, se você quer uniformizar a aparência da pele, diminuir os poros, minimizar pequenas rugas e cicatrizes e se livrar de manchas, a luz intensa pulsada + peeling é uma excelente solução!

Há muitos comentários, mas este me chamou a atenção:
SONIA FANFAN
Fiz a luz pulsada tres vezes. Uma a cada mes, mas após isso comecei a sentir como se eu estivesse chupando tamarindo. Sabe como é???? estou sempre com os lábios muito secos e uma dorzinha no maxilar (como se fosse salivar). Li em uma reportagem (não sei onde) que a luz pulsada causa isso. Vc. tem conhecimento disso?
CeLina
Olá, fiz o tratamento de luz pulsada para combater as sardas e recomendo a todos. O procedimento dói um pouco, mas se você se passar várias camadas de dermomax horas antes você minimiza a mesma. Fiz a primeira vez e em poucas horas já notei diferença, as manchas mais claras já se foram. Já faz dois dias e a pele está mais firme e viçosa. Algumas veiazinhas que receberam luz estão com uma aparencia marrom escura e incharam mas isso é até a renovação da nova pele. Bom, só para terminar gostei do depoimento e de saber que as manchas da escritora não voltaram após um ano. Vou combinar o tratamento com cremes noturnos e muito filtro solar…
Ana
Usei Laser e luz pulsada, duas horas depois apareceram manhas no meu rosto como eu tivesse sido unhada, ficou horrível, já se passaram três semanas e as manchas não sumiram, minha pele não teve nenhuma alteração para melhor e o pior ficou manchada horrível, a dermatologista me deu os cremes Solaquim e Vitanol-a,
nada esta adiantando. O tratamento é caro, paguei 900,00 na primeira seção e o que consegui foi uma pele manchada, horrível. Pior ainda é a dermatologista dizer que o lazer está agindo. Só pode ser brincadeira.
Ana
olá Carol, minha pele ainda ficou com uma mancha escura que eu não tinha antes do trtamento, a dermatologista disse que isto acontece com algumas pessoas, pois estão propensas a ativar o melasma, mas ela não me disse o risco antes, estou tendo que fazer outro tipo de clareamento ‘vulcanice’ mas a mancha ainda continua.
Carolina
eu pedia para fazer laser e ela se recusava e explicava que NAO PODE FAZER LASER quem tem manchas profundas como as minhas! disse que vai fazer so depois que nos clarearmos AO MAXIMO estas manchas com acido e peeling quimico… pois esse tipo de mancha escure ainda mais com a agressao do laser. Esta medica e’ tb professora… Eu confesso que me dava raiva dela se recusar a fazer o laser, mas ao mesmo tempo admiro a etica e responsabilidade… nao adianta achar que so pq sua amiga fez e deu certo que com vc vai dar tambem…. pois cada um tem um tipo de mancha, profundidade… tenham MUITO CUIDADO com estes “profissionais” que so querem dinheiro no bolso! E melhor encarar a realidade do que acreditar e milagres.
A médica foi muito categórica e objetiva: mancha do sol (melasma) pode PIORAR com a luz pulsada, isso porque a LIP é um procedimento no qual uma luz forte é aplicada diretamente em cima da mancha, o que causa uma lesão superficial na pele capaz de hiperpigmentar a região. Ela informou que muitos dos dermatologistas não falam sobre essa possibilidade, pois a probabilidade de escurecer a manhca é de 15 a 20% (mas existe!!!). E, com a sorte q eu tenho, provavelmente a mancha iria sim escurecer rsrsrs. Enfim, fiquei com medo de fazer a LIP nessa região e fiz apenas nas sardas. ADOREI o resultado! E, diferente de alguns depoimentos que li, o resultado não aparece apenas depois de um mês, aparece já no 6° dia e muita gente notou a diferença (nao contei pra ninguem que fiz, e varias pessoas perguntaram oq eu tinha feito no rosto que estava tão claro e uniforme)! As sardas ficam bem pretinhas, tipo uma casquinha, e depois de uns 3 ou 4 dias elas caem e a pele fica PERFEITA. Saiu tudo em uma sessão. Ah, e a questão de sair em uma ou mais sessões depende da potencia da maquina de LIP. Por isso algumas são mais baratas (tipo, 6 sessões por 300 reais como já vi!), precisam de mais sessões para trazer um resultado satisfatório! Voltando pra mancha, a doutora me indicou a famosa TRI-LUMA. Eu nunca tinha ouvido falar.. comprei e usei por umas duas semanas e parei de usar pq eu esquecia de passar.. hehe.. aí uns 5 meses depois resolvi voltar a usar e já estava vencida!!! (lembrem de ver bem a data de validade, as vezes está barata pq o vencimento está bem proximo), então comprei o genérico da tri-luma por menos da metade do preço e pelo dobro de produto! Minha dermato falou que é exatamente a mesma coisa e o resultado é o mesmo!! Estou usando há 1 mes e meio e realmente o resultado é muito bom! já sumiu praticamente a mancha inteira, acreditem!!! (eu devia ter feito certinho antes.. rsrs) mas o procedimento deve ser seguido a risca (e vai uma dica): (...)

********************************************************************************
A moça abaixo fez tratamento a laser (ainda não pesquisei muito)
Nós listamos todos os tipos de Lasers médicos que estão autorizado pela Anvisa no Brasil, explicando para que cada um serve e qual o resultado obtido. Desta maneira você pode escolher o que se adapta melhor ao seu tratamento. Já que a maioria dos médicos vai oferecer tratamento com o Laser que tem na clínica e pode não ser o melhor para o seu caso. Lembrando que Luz Pulsada na verdade não é Laser.
Nós resumimos para vocês os equipamentos de Laser Médico e suas aplicações, definindo os que são atuais e os que já estão ultrapassados:
Atuais ( revisado em janeiro de 2010) 
·                     Equipamentos atuais com exelentes resultados:
Laser de Co2 Fracionado
Equipamento Mais Moderno: Smat Xide Dot.
Fabricado: pela DEKA LASER ITALIANA.
Serve para: Rejuvenescimento, Flacidez, Estrias, Clareamento Leve de Manchas, Peeling a Laser.
Áreas que podem ser aplicadas: Rosto, Pescoço, Colo, Mãos e no caso das Estrias no corpo todo.
Laser de Diodo:
Equipamento Mais Moderno: Soprano XL.
Fabricado: pela Alma Laser Americana.
Serve para: remoção de pelos.
Áreas que podem ser aplicadas: Onde houver pelos.

·                     Equipamentos antigos com bom resultado:
Laser de Diodo:
Equipamento Bom: Light Sheer.
Fabricado: pela Lumenis Americana.
Serve para: remoção de pelos.
Áreas que podem ser aplicadas: Onde houver pelos.
Laser de Erbium: Equipamento mais antigo: Fraxel,
Entenda o Fraxel: foi o primeiro laser fracionado do mercado (1998), foi superado pelo Co2 fracionado(2008), pois o Fraxel é muito dolorido, sendo feito antigamente em centro cirúrgico com anestesista (o Laser de Co2 é feito no consultório) e sua recuperação é muito demorado, quinze dias sem sair de casa (o Laser de Co2 é de três dias) e o resultado é bem inferior ao Laser de Co2 Fracionado de ultima geração.
·                     Equipamentos também utilizados:
Luz Pulsada (luz pulsada na verdade não é laser)
StarLux, fabricado pela Palomar, Americana.
Dermapulse, fabricado pela Industra Brasil.
Radiofreqüência  (também não é laser): Accent XL, fabricado pela Alma Laser Americana.
Harmony XL plataforma de ND:YaG, fabricado pela Alma Laser Americana.
minha escolha foi o Starlux 1540nm XD Fracionado. Esse nome comprido é: o nome do Laser + tipo de ponteira utilizada, já que uma mesma máquina pode ser utilizada com várias ponteiras diferentes, de acordo com o planejamento do médico em relação à necessidade do cliente.
Esse procedimento também é chamado de resurfacing facial fracionado e se propõe a melhorar a saúde e aparência da face como um todo.
Como funciona
A ponteira (em inglês: handpiece, pra quem quiser pesquizar mais sobre o assunto) libera o laser (que é luz) com precisão. Os feixes de luz criam sulcos, caminhos profundos no tecido da pele, chegando até a derme, camda mais profunda da pele. Todo o tecido ao redor é poupado e é na cicatrização desses sulcos (ou buracos, vamos falar a verdade), que ocorre a melhora de todo o tecido. São micro lesões calculadas para promover a renovação de uma grande área.
A camada superior da pele é completamente poupada com essa ponteira, por isso vocês não verão imagens de horror e agonia dessa vez. Só um inchadinho de nada e as marquinhas de etrada dos feixes de luz (os furinhos).
Vejam:
Qual a diferença entre o Ablativo CO2 e o Starlux 1540 nm
O modo de ação. O CO2, mesmo que fracionado, destrói a epiderme (camada superior da pele) a cada procedimento – eu só fiz 1 sessão. Por isso ele é considerado “mais agressivo”, porque destruindo a camada protetora, tudo é potencializado: vermelhidão, inchaço e dor. Além do período de cicatrização também ser mais longo.
O Starlux com a ponteira 1540 nm, não causa “estrago” na superfície da pele, por isso você pode sair direto do consultório para o trabalho (com maquiagem, óculos escuros e autoconfiança pra despistar os olhares por conta do inchaço). Eu por exemplo fui ao Correio e comer comida chinesa, sozinha, no shopping.
Mas não caiam na dedução óbvia: se um dói e destrói e o outro não, claro que vou optar sempre pelo outro. Muita calma nessa hora. Tudo depende do que você quer (e precisa).
A vida depois do Laser Starlux 1540 nm
Normal. O inchaço é intermitente, vem e vai sozinho, por uns 3 dias.
A vermelhidão também, mas é rapidamente resolvida com produtos calmantes (aqueles mesmos que usamos para rosácea). Maquiagem de boa qualidade é liberada já no primeiro dia, assim como bloqueador solar.
Aliás bloqueador solar é imperativo, para todo o sempre de quem quer ter e manter a pele boa.
Dessa fez fechei o pacote completo, vou fazer 5 sessões (não dói nem tira do convívio, gente!). Minha expectativa é chegar ao aniversário (em novembro) com poros imperceptíveis. Par-ce-la-do até o Natal, sem dúvida.
Pode ser que eu esteja sonhando alto, mas o importante é não deixar de sonhar, né? (calma, o Laser não deixa a gente pensando cafona. A TPM é quem deixa rs)
Quem quiser ver imagens de antes e depois desse procedimento, jogue na busca de Imagens do Google “Laser Starlux 1540 nm”.

******************************************************************************
O aparelho Starlux emite a luz intensa pulsada, e também o laser de erbium fracionado 1540 nm. Pelo que li este tratamento NÃO é indicado para manchas; parece estar sendo bem utilizado no tratamentpo das estrias. Ele é pouco dolorido, como a luz pulsada.
http://www.carlaalbuquerque.com.br/tratamento17.html
http://www.minhavida.com.br/beleza/materias/2664-os-poderes-do-starlux44-o-laser-fracionado (também é da Dra. Carla Albuquerque)

LASER DE ERBIUM FRACIONADO 1540 NM

Nossa clínica conta agora com uma nova e moderna tecnologia para tratar cicatrizes de acne, estrias e fotoenvelhecimento cutâneo: a ponteira 1540 do aparelho starlux. Trata-se de um laser de erbium fracionado, de 1540 nm, sistema que emite micro-raios de laser focados, que determinam uma remodelação do colágeno da derme, com rápida cicatrização, deixando a epiderme intacta. 

Indicações:

- Rejuvenescimento cutâneo 
- Linhas em volta da boca e em volta dos olhos 
- Cicatrizes de acne 
- Cicatrizes de queimadura, cirúrgicas ou traumáticas 
- Estrias

Como é feito:

Após a aplicação de um fluido específico, o aparelho é calibrado com os parâmetros adequados para o tipo de pele e dermatose a ser tratada. Os disparos costumam causar pouco desconforto, mas as pessoas mais sensíveis podem aplicar um creme anestésico cerca de 30 minutos antes da sessão. 

Duração do procedimento:

Depende da área a ser tratada; em média, 45 minutos.

Número de sessões:

Cerca de 4 sessões, mas pode variar de caso para caso.

Contra-indicações:

Gestação.

Pós tratamento:

Vermelhidão e inchaço da pele, de leve a intenso (depende da sensibilidade da pele) que desaparecem em pouco tempo (cerca de 24 a 48 horas, em média). Importante evitar exposição solar e usar fotoprotetor específico.

Observações importantes

Qualquer tipo de pele pode ser tratada com o laser de erbium fracionado de 1540 nm, desde as peles bem claras até as mais escuras.



2 comentários:

  1. Oi. Pode me indicar starlux em bh para o rosto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Juliana, em Bh eu não conheço ninguém.
      Você tem que procurar dermatologistas que atuem em clínicas de estética. O aparelho é bem caro (mais de 100 mil reais) e por isso é mais comum de ser encontrado nas clínicas, em que vários médicos dividem a compra dele.
      Porém em algumas cidades, os profissionais que atendem sozinhos (e não em clínicas) alugam o aparelho para atender os pacientes conforme haja necessidade.
      Então é isso: vc tem que descobrir um bom dermatologista ou uma boa clínica de dermatologistas em BH e ver se eles têm o Starlux ou outro aparelho similar.
      Abraços

      Excluir